Segundo ano do Curso Técnico de Alimentos

Olá!

Nem preciso comentar mais uma vez que o ano voou e com ele o meu último ano do curso técnico de alimentos que acabou ano passado! E para manter a tradição do primeiro ano contarei para vocês como foi esse segundo ano do meu curso.

Se você tem interesse pelo curso, nesse post você poderá descobrir um pouco do que aprendemos e fizemos durante o ano! Caso não tenha visto ainda, recomendo que leia um pouco sobre como foi o primeiro ano do curso técnico de alimentos, ou então leia explicações gerais sobre como é o curso 😀

Alimentos

No terceiro semestre (que foi o primeiro do ano passado) as 4 matérias que tivemos foram Análises Sensoriais (AS), Análises Microbiológicas (AM), Análises Físico-Químicas (AFQ), Higiene, Controle e Manutenção de Equipamentos e Utensílios (HCM) ou algo assim… Essa última foi dividida em duas, a parte só de Manutenção e outra para higienização.

Higiene, Controle e Manutenção de Máquinas, Equipamentos e Utensílios

Foi a disciplina mais cansativa do terceiro semestre devido os conteúdos serem muito densos e fugirem um pouco da ideia que se tem sobre trabalhar com alimentos. Aprendemos sobre a diferença entre máquina, equipamento e utensílio, circuitos elétricos, bombas, válvulas, design sanitário, tipos de materiais utilizados nos equipamentos da indústria alimentícia, tipos de detergentes, sanitizantes e técnicas corretas para higienização de cada equipamento e para cada tipo de resíduo, entre outras coisas…

Um técnico precisa saber essas coisas para instruir os outros funcionários, resolver problemas e manter a indústria de acordo com o correto segundo legislação.

img_20160321_160727776

By Isamara Nascimento

Análises Sensoriais

A análise sensorial traz diferentes conceitos relacionados a degustação, seja para analisar o lançamento de novos sabores no mercado, seja para testar a percepção do consumidor sobre redução de sal ou açúcar ou até treinar pessoas para serem especialistas em analisar a qualidade de produtos como café, vinho, azeites, entre outras coisas. Aqui nós descobrimos que nem sempre quando a maioria das pessoas escolhe uma opção entre duas ou mais, significa que ela é de fato a favorita! Pode soar confuso, mas é exatamente assim que funciona.

Durante as aulas prática fizemos testes que serviram para testar nossa capacidade de identificação de odores, sabores, comparamos marcas concorrentes de vários produtos sem saber ao certo qual era qual, organizamos análises sensoriais com tudo que é essencial para que ela aconteça e foi bastante divertido!

img_20160329_141828166

By Isamara Nascimento

Análises Microbiológicas

Caso você não tenha visto, eu fiz um post comentando sobre a vida de um laboratorista que vale a pena você conferir. E eu fiz esse post justamente porque eu fiquei extremamente empolgada com esse conteúdo, pois grande parte do tempo nós ficamos no laboratório para entender a dinâmica de trabalho, organização do espaço, fazer análises de contagem microbiológicas, identificação de tipos de bactérias e até análises microscópicas. Todas essas são análises essenciais a uma indústria séria que deseja manter seus alimentos seguros ao consumidor e de acordo com a lei.

img_20160226_154301650

By Isamara Nascimento

Análises Físico-Químicas

Continuando ainda na linha de laboratório, as análises aqui dizem respeito a identificação da quantidade, por exemplo, de corantes, gordura, proteína, etc, identificar a atividade de água, pH, sólidos solúveis (açúcar) entre várias outras coisas. Tudo isso serve para ser feita a tabela nutricional com todos os valores calóricos e quantidade que você ingere de cada componente daquele alimento, além de também servir para garantir que quantidades ditas no rótulo da quantidade de açúcar de um produto por exemplo não seja uma mentira e a marca esteja lesando os consumidores com propagandas enganosas.

img_20160331_130626795

By Isamara Nascimento

Esse semestre de modo geral envolveu muitos cálculos e tudo aquilo que você possivelmente não gosta sobre química! E ainda muitos termos técnicos como tabela de Newell, água peptonada, alças de Drigalski, PDA, PCA, MRS, VB, EC, tubos de Duran e outras coisas. E exatamente por isso esse foi meu semestre favorito 😀

Já no quarto e último semestre as 3 disciplinas que tivemos foram Projetos, Segurança dos Alimentos (SAL) e Gestão da Produção (GEPRO).

Segurança dos alimentos

Caso fosse necessário fazer uma comparação, eu diria que essa disciplina se assemelha a parte de Higiene, Controle e Manutenção de Máquinas, Equipamentos e Utensílios. Primeiro porque é tão cansativa quanto e segundo porque de certa forma é uma continuação dos assuntos, pois pega conceitos já conhecidos e aplica aos processos de produção e não mais ao maquinário. Além disso trabalhamos muito com legislações, conceitos de APPCC, BPF, IT, planos de ação, formulários e outras coisinhas.

Mas é uma das matérias mais importantes já que na hora de procurarmos emprego a maioria das vagas são relacionadas a esses conhecimentos.

pop

Gestão da Produção

Aqui o foco são cálculos e mais cálculos. Nessa disciplina aprendemos sobre layout de produção, planejamento de produção, gestão de estoque, compra e venda, lucros e outras coisas essenciais para a parte administrativa da indústria de alimentos.

Eu achei bastante divertido, apesar dos vários cálculos, não era difícil e é extremamente importante! Tivemos que usar o excel várias vezes, fazer gráficos, mais provas do que nas outras matérias, mas legal!

Projetos

Essa matéria é uma das mais temidas e aguardadas do curso inteiro, pois aqui é a porta de saída do curso que encerra nosso ciclo. Temos que desenvolver ou melhorar um produto ou processo de forma que os resultados sejam satisfatórios.

É a matéria com maior carga horária e com maior “liberdade”, pois aqui os alunos fazem seus dias de aula de acordo com o que julgam necessário para alcançar os objetivos e entregar resultados. É necessário decidirmos se faremos parceria com alguma empresa que se dispõe a colaborar ou criar por conta própria, depois iniciar o processo de desenvolvimento de pesquisas e da parte escrita, depois buscara doações de produtos que vamos precisar e organizar nossas aulas práticas, realizar análises laboratoriais no nosso produto e por fim desenvolver a apresentação sobre o que desenvolvemos.

É basicamente um apanhado de tudo que aprendemos durante o curso que será colocado em prática. Muito puxado, mas muito legal também!

img_20161017_151724471

By Isamara Nascimento


Minha opinião

É um curso que vale bastante a pena para quem planeja seguir essa profissão! O curso não é aprofundado, mas traz uma grande base de tudo que é necessário saber, as aulas práticas dão uma excelente dimensão do que espera no ambiente de trabalho e os conteúdos são sempre muito pertinentes.

No Senai os professores são sempre muito bem qualificados, com muito conhecimento e dispostos a ajudar e ensinar. A infraestrutura não é glamourosa, mas tem tudo que precisamos para aprender o que é necessário.

Foram dois anos muito proveitosos, aprendi muito e recomendo que, se é isso que você busca, faça o curso! O tempo passa rapidinho!

Anúncios

Um comentário sobre “Segundo ano do Curso Técnico de Alimentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s