Cerimônia de abertura | Paralimpíada 2016

Olá!

Há alguns minutos aconteceu a cerimônia de abertura dos jogos paralímpicos no Rio 2016 e nada mais justo do que dar uma pausa nos meus afazeres para comentar um pouquinho de como foi esse momento, da mesma forma que fiz com a cerimônia das olimpíadas aqui no blog!

Mas parece que as emissoras de TV não pensaram da mesma forma…

img_20160907_222455

As pessoas que quiseram assistir a cerimônia tiveram que ligar na TV Brasil ou então no SporTv porque NENHUMA das outras emissoras transmitiu o evento… UMA VERGONHA!!! E depois falam sobre preconceito, descriminação, igualdade, inclusão, …

Aproveito, já que começamos falando de um fato não muito interessante para lembrar que o Rio de Janeiro não é, nem de longe, uma cidade preparada para atender às necessidades de pessoas com deficiências! Um fato para se pensar, mas que teve uma resposta muito interessante na própria abertura com uma provocaçãozinha básica!

Agora falando da cerimônia em si o primeiro destaque vai para nossos mascotes Tom e Vinícius que foram ao Maracanã para fazerem o “aquecimento” da torcida, para dar uma animada no pessoal… Mas qual não foi a surpresa de todos quando Vinícius apareceu usando um vestido igual da Gisele Bunchen!! Uma graça!

img_20160907_222430img_20160907_204039

A cerimônia foi simples, mas cheia de emoção! Teve um pequeno probleminha com os números durante a contagem regressiva para o início do evento, pois alguns números ficaram presos, mas depois disso seguiu tudo bem! Teve um sambinha básico com a velha guarda e alguns cantores conhecidos, um atleta paralímpico desceu uma rampa super grande usando cadeira de rodas, mostraram uma representação da praia do Rio com mais música e um boneco gigante…

img_20160907_202609

SIMON BRUTY OIS/IOC

E depois uma das melhores partes: o Maestro João Carlos Martins tocando o Hino Nacional!!

TASSO MARCELO/ AFP

160 países participam dessa paralimpíada, tendo mais de 6000 atletas que tiveram suas fotos marcadas nas peças do quebra-cabeça montadas no centro do estágio formando um coração que pulsava com o efeito das luzes! E-MO-CIO-NAN-TE

img_20160907_205625

img_20160907_210135

Não sei vocês, mas acho que estou ouvindo vaias até agora….

Depois dos discursos tivemos mais uma apresentação muito interessante com dançarinos usando uma espécie de sabre de luz que deu um efeito bem especial! Depois um casal de dançarinos deficientes visuais dançaram acompanhados de projeções atrás deles que “imitavam” seus movimentos. Muito bonito! Tudo para colocar em pauta as percepções sensoriais.

Outra coisa muito legal foi o momento rápido e simples, porém interessantíssimo que foi o uso de pictogramas para demonstração das modalidades esportivas! Essa técnica é nada mais nada menos do que aquela coisa que a gente faz no caderno desenhando “cenas” em diferentes páginas e depois passando-as todas de uma vez bem rápido, aí temos um desenho em movimento!

img_20160907_222043

Formas assimétricas se movendo juntamente com o jogo de luzes e o som da ventania trouxeram redemoinhos para o centro do palco que se transformaram depois no símbolo da paralimpíada!

img_20160907_221524

Teve até uma dança entre uma máquina e a atleta e também modelo Amy Purdy com próteses nas duas pernas! Foi muito fofo!!

img_20160907_222414

img_20160907_222026

Pais juntamente com seus filhos carregaram a bandeira com símbolo dos jogos paralímpicos. As crianças não caminham sozinhas, então estavam com o tronco preso a cintura dos pais e usando uma bota que conectava os pés delas com de seus pais para que elas pudessem se locomover juntos.

Getty images

Como se já não tivesse lágrimas de emoção o suficiente em nossos olhos ainda tinha a caminhada para acender a pira olímpica… Quase chorei! Primeiro com a senhorinha Márcia que com todo o esforço que ela podia completou seu trajeto após cair no chão sem forças, mas mais do que imediatamente levantou e recebeu as palmas dos brasileiros que ficaram de pé em reconhecimento ao esforço dela!

img_20160907_224239

img_20160907_221433

E por último o momento em que o Clodoaldo Silva de cadeira de rodas recebeu a pira de uma atleta deficiente visual, recordista em medalhas, seguiu até a pira que estava localizada no alto das escadas!! Uma crítica mais do que clara para a falta de acessibilidade aos cadeirantes e que mais do que compreendida naquele momento!

Mas o mais bonito foi a escada se transformar em uma rampa para que ele subisse (talvez um pouco íngreme), mas ele conseguiu! E a impressão que deu foi que estávamos subindo junto com ele!

img_20160907_224807img_20160907_224744

Será legal acompanhar os jogos, ou tentar já que as emissoras não vão transmitir… Ver os atletas competindo, trazendo inspiração para o mundo e mostrando que nossos problemas muitas vezes são pequenos e mesmo que não sejam, podemos dar a volta por cima, podemos nos superar e conquistarmos tudo o que quisermos!

É preciso saber viver! Mesmo com problemas, imperfeições, vaias, tombos, lágrimas, chuva… Tudo pode se tornar apenas uma maneira de nos tornarmos mais fortes!

Para mim, essa abertura foi mais, muito mais emocionante!

img_20160907_222123

Imagens adquiridas no twitter em 07/09/2016

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s