Resenha | Trilogia de Maze Runner

Olá!

Um bom tempo depois da resenha sobre a trilogia de Hunger Games, voltei com mais uma resenha de uma saga que eu estava bastante curiosa para ler: os três livros de Maze Runner!… Sim… Outra história velha, mas fazer o que?

Maze Runner foi escrito por James Dashner, com o primeiro lançamento em 2010, e foi mais uma saga que virou filme! Até o momento os filmes lançados são referentes ao primeiro e segundo livro que são Maze Runner – Correr ou Morrer (The Maze Runner) e  Maze Runner – Prova de Fogo (The Scorch Trials) e em 2018 lançarão  Maze Runner – A Cura Mortal (The Death Cure).

A saga é composta por esses 3 livros, os quais são tema desse post, e outros 2 livros que explicam acontecimentos anteriores aos primeiros livros que são Maze Runner – Ordem de extermínio (The Kill Order) e Maze Runner – Arquivo: Informações Secretas (The Fever Code) que está em processo de lançamento. Como eu li pela internet só consegui os três primeiros, por isso os dois últimos não entrarão em minha resenha. 

Essa história é uma distopia que acontece depois de alguns eventos que destruíram boa parte da raça humana, mas isso a gente só descobre no segundo livro. A trama na verdade começa com Thomas, um garoto que acorda dentro de uma caixa de metal em movimento que parece um elevador e a única coisa que ele consegue se lembrar é de seu nome, logo todas as informações que você começa a ter sobre a história são baseadas nas descobertas de Thomas. Quando o elevador se abre, nosso personagem se vê cercado de garotos que vivem em uma clareira (the glade), tem seu próprio sistema de organização social, tem umas gírias estranhas e chegaram lá da mesma forma que ele, um garoto por mês, todo mês, na mesma caixa, sem qualquer lembrança a não ser o nome.

Tudo é muito estranho para Thomas e assim que ele começa a se enturmar com os clareanos (gladers), denominação dos garotos que vivem na clareira, aprender como eles se organizam e o que é aquele lugar, ele vê que a clareira está localizada no meio de um labirinto separada por grandes paredes e 4 aberturas que dão acesso ao labirinto, mas se fecham todos os dias ao entardecer com o deslocamento das paredes, enquanto do lado de fora as paredes do labirinto mudam de posição e criaturas horríveis chamadas de Verdugos (Grieviers) caminham a procura de algum infeliz que tenha ficado do lado de fora da clareira.

Os clareanos recebem, pela mesma caixa por onde novos fedelhos (greenies) são enviados, mantimentos e medicações dos criadores daquele lugar, além disso cada clareano tem uma função diferente, existem os responsáveis pela cozinha, plantio, limpeza, entre outros, mas a função que mais chama a atenção de Thomas são os corredores que exploram o labirinto todos os dias a fim de encontrar uma saída daquele lugar.

Tudo segue na “perfeita ordem” até que uma garota chamada Teresa, a primeira em dois anos, é enviada para clareira com um bilhete em sua mão escrito que ela é a última. A partir daí tudo vira de cabeça pra baixo e toda a ação começa!


Não sei se vocês reparam, mas ao lado de algumas palavras coloquei as traduções em inglês, porque eu comecei a ler o livro essas palavras diferentes apareceram logo nas primeiras páginas e me fizeram achar que todo meu conhecimento em inglês tivesse ido pro ralo! Por isso resolvi ler o primeiro livro em português pra entender melhor o que estava acontecendo, porém a partir do momento que me peguei usando a palavra “trolho” mais do que deveria, resolvi ler o segundo livro em inglês mesmo…

Por isso vou deixar aqui as traduções dessas gírias que eles usam para que vocês não fiquem perdidos caso resolvam ler em inglês 😀 Não dá pra entender muito só olhando assim… Tem que ler o livro mesmo!

Vocabulário - Maze Runner

A história é super envolvente nos três livros e bastante original, cheio de ação e acontecimentos imprevisíveis, que prendem o leitor de uma forma incrível! Eu senti como se estivesse vivendo tudo com os personagens, acho que nem assistindo ao primeiro filme eu fiquei tão tensa. Quando você acha que entendeu, você não entendeu… Quando acha que vai dar certo não dá… Muito doido!

Falando no filme eu só assisti ao primeiro, então as comparações que posso fazer são poucas, mas sem dúvidas o filme é bastante fiel ao livro tanto em relação aos personagens, quanto a história em si. Tem alguns detalhes que eles deixaram de fora do filme como sempre… Mas nada que tenha prejudicado a história terrivelmente.

A narração é feita com um narrador onisciente, mas que na maioria das vezes apresenta a perspectiva de Thomas sobre os fatos. São vários personagens na história e são todos bastante reais, e no primeiro livro é super fácil se identificar com qualquer um deles. Mas no decorrer da história é tanta gente que morre nesses livros que você fica até meio…

This is just the CUTEST reaction!! GIF Tumblr

Mas voltando ao foco, quero deixar aqui registrado que meus personagens favoritos são sem dúvida o Chuck, Minho e Newt! Só pra vocês entenderem o contexto, esses três são os personagens que tornaram-se os melhores amigos do Thomas ao longo da trama e cada um deles tem uma característica que os torna especiais!

Chuck é o mais novo de todos os clareanos tanto em idade quanto de tempo na clareira, pois ele foi o último antes de Thomas a chegar lá. Ele é o primeiro a dar apoio ao Thomas em seus primeiros dias e é super fofo. Minho é um dos veteranos, líder dos corredores e de longe o mais engraçado e desaforado de todos, é aquele personagem que está apanhando, mas ainda sim consegue fazer piada disso! E Newt, também um dos primeiros a chegar na clareira, é o mais sensato e responsável, que respeita e ajuda Thomas nos momentos em que ele precisa!

"The Maze Runner's" Ki Hong Lee on the Maze of Hollywood. Yes. in. deed.:

Chuck                                                  Minho                                     Newt

A personagem feminina, Teresa decepciona! Em comparação com os outros é uma personagem fraca, que não consegue provocar o grau de envolvimento necessário com o leitor, dessa forma fica muito mais fácil ficar com raiva dela ao longo da história… Inclusive é com ela que aparece o primeiro ponto fraco da história, a tentativa de um triangulo amoroso que é feita a partir do segundo livro e que, na minha opinião não funcionou e também não tinha a menor necessidade!

Outro ponto negativo é que o autor é um pouco repetitivo em alguns aspectos, principalmente no primeiro livro e isso incomoda um pouco, mas depois você acostuma e nem percebe mais! Depois, outro problema que percebi foi em relação ao Newt que a partir do segundo livro é deixado de lado e vira basicamente um figurante, aparecendo só as vezes e isso é triste.

Apesar disso o segundo livro foi o melhor sem sombra de dúvida!! A ação acontece do começo ao fim, ainda mais do que no primeiro e isso torna a leitura muito fluida e fácil! Sem contar que os esclarecimentos que são dados no segundo livro faz você querer ler mais para descobrir mais coisas, no entanto novos mistérios surgem e quando o livro acaba você não vê a hora de ler o terceiro.

Uma boa imagem para resumir toda a história até aqui é:

Hahaha:

“Então Thomas chega na clareira e ele tipo… e aí tem todo mundo tipo… e muita correria… e verdugos… e uma garota… ah e CRUEL. Entendeu?”

No entanto, o terceiro livro começa meio devagar e sem o ritmo que você espera após dois livros bastante intensos, muitos personagens começam a ficar esquecidos ena narrativa e Thomas parece outra pessoa, toda a construção do garoto inteligente e capaz de superar todos os testes até agora se perde e ele fica um garoto sonso…

Porém, não posso dizer que o livro é ruim! Depois dos 10 primeiros capítulos a história ganha um ritmo interessante e segue bem até o final com exceção do final (risos). Você termina o livro querendo ainda muitas respostas, mas quanto a isso o problema pode ser resolvido afinal tem mais dois livros para acabar com essas questões, porém a maneira como termina me deixou… com a sensação de que não deveria ter sido assim…

Superficial de mais? Fácil de mais? Felizes para sempre? Não sei… O livro é intenso demais e com muito potencial para acabar da maneira que acabou! Mas de modo geral são livros muito bons pra descontrair, principalmente para quem gosta de ação, e que ainda traz consigo durante a história algumas reflexões: Será que eu teria coragem? Faria a mesma coisa que ele fez? Perdoaria ou não perdoaria? Confiaria ou não? Aceitaria ou não?

Recomendo fortemente que leiam!

Imagens disponíveis em:
<http://bookwormscientist.com/wp-content/uploads/2015/08/MR.jpg&gt;
<http://static2.hypable.com/wp-content/uploads/2014/09/The-Maze-Runner-Thomas-Dylan-OBrien-cage.jpg&gt;
<https://intratecal.files.wordpress.com/2014/12/the-maze-runner-2014.jpg&gt;
<https://saydtudo.files.wordpress.com/2016/06/b8752-12.gif&gt;
<http://38.media.tumblr.com/fb2e63725217e70c6ba1d3bcd195a7fb/tumblr_nbe2b2Y63C1rc44lao4_500.gif&gt;
<https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/1e/f2/4d/1ef24d1e188c0c5bbbbd6d759790a104.jpg&gt;
<http://media3.popsugar-assets.com/files/2014/12/12/809/n/1922283/330b2d916aae66b2_thumb_temp_image23875021418407149/i/Maze-Runner-Exclusive-Deleted-Scene.jpg&gt;
<https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/32/f5/42/32f542a975c012cb585b86ddef1217a1.jpg&gt;
<http://41.media.tumblr.com/37531dc7fcde353e36addf11edf50cc6/tumblr_nfm670ADh01r6p8ito4_500.jpg&gt;
<http://vignette3.wikia.nocookie.net/the-maze-runner/images/3/33/Teresa_Character_Still.png/revision/latest?cb=20151012170629&path-prefix=pt-br&gt;
<https://peachflowerblooming.files.wordpress.com/2015/09/5.png?w=584&gt;
<https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/e3/5e/98/e35e9813b9da35f2bc16179140439dad.jpg&gt;
<http://cde.3.elcomercio.pe/ima/0/1/2/0/4/1204472/base_image.jpg&gt;
Acesso em: 04/06/2016

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s