A arte de estudar – Parte 6

PomodoroCiao gente!

Por indicação de uma das leitoras aqui do blog, e também minha amiga, Leticia Magalhães, hoje eu darei mais uma dica sobre como estudar, mas dessa vez elas não serão minhas. Na verdade falarei sobre o Método Pomodoro e que até pouco tempo era desconhecido para mim.

E o que o tomate tem a ver com isso? Tudo…

Caso você, assim como eu, nunca tenha ouvido falar sobre esse método tenho certeza de que vai achar interessante. Essa técnica foi desenvolvida em 1980 pelo italiano Francesco Cirillo e nessa técnica costumava-se usar um cronômetro em forma de tomate para controlar o tempo de suas tarefas. Por isso o nome Pomodoro, Tomate em italiano.

Não sei se já ouviram falar, mas na hora de memorizar alguma coisa, para o cérebro fica mais fácil se isso acontece em blocos ou conjuntos pequenos, como por exemplo o número de telefone que são dois conjuntos de quatro números e essa técnica tem uma lógica semelhante porque consiste em separar o trabalho que se tem a fazer em períodos de tempo de 25 minutos, como blocos, dessa forma o cérebro fica mais ágil e ajuda a manter o foco.

Basicamente os passos são simples:

  1. Faça uma lista com as matérias que deseja estudar ou atividades que tenha para fazer;
  2. Programe 25 minutos em qualquer cronômetro (mas se você tiver esse do tomate fica mais legal ;));
  3. Escolha uma das atividades e durante os 25 minutos trabalhe somente nela;
  4. Depois que o cronômetro tocar dê uma pausa de 5 minutos fazendo algo relaxante;
  5. Após a pausa volte para a tarefa durante mais um “pomodoro” (25 min)
  6. Quando terminar o que se propôs a fazer, risque da sua lista;
  7. Repita esse processo até completar tudo que marcou na lista;
  8. Assim que completar 1 hora (quatro blocos de 25 min) dê uma pausa de 30 minutos antes de retornar;

Mas é importante lembrar:

  • Tente ao máximo manter os 25 minutos sem qualquer interrupção! Só pare se for realmente importante e se isso acontecer você deve iniciar outra tarefa quando voltar e não continuar de onde parou;
  • Se lembrar que tem algo para fazer que não estava no planejamento, anote em uma folha e volte ao trabalho;
  • Caso você sinta que precisa de um intervalo maior, faça isso, pois não compensa voltar a estudar ou fazer um trabalho com a mente cansada;
  • Se você perceber que 25 minutos não é o suficiente, crie seu tempo! Você se conhece melhor que qualquer pessoa;
  • Com esse método fica mais fácil manter o foco e evitar deixar para depois;

E aí, já conheciam essa técnica?

Contem o que acharam nos comentários!

Até mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s